Auditoria de Segurança do Trabalho




As Auditorias de Segurança do Trabalho realizadas pela Essencial tem como objetivo a avaliação e a eficácia quanto ao atendimento das normas regulamentadoras como, distorções, desperdícios, custos desnecessários e qualidade da atuação pelo SESMET local ou serviços terceirizados.

Nas auditorias são entregues um relatório de conformidade legal, que abrange pontos fortes e fracos, oportunidade de melhorias relacionados à qualidade, custos e produtividade no atendimento as NR´s (Normas Regulamentadoras).

Contamos com uma equipe de vasta experiência em Implantação OHSAS 18001:2007, tornando referência pela qualidade técnica, gestão de processos em segurança do trabalho e legislação MTE.

Conheça também: Auditoria em Conformidade Legal





Solicite uma proposta!
comercial@essencial.adm.br


Saiba mais:

Definição de Auditoria
Refere-se ao um exame sistemático das atividades desenvolvidas por uma empresa ou setor, com o objetivo de identificar se as mesmas estão de acordo com as disposições planejadas ou previamente estabelecidas, se foram implementadas corretamente e se estão adequadas.

Auditoria é um exame analítico e pericial que acompanha o desempenho das operações contábeis expressas em um balanço. É utilizada para avaliar como está a utilização dos recursos e como melhora-los.

Pode-se classificar as auditorias em duas formas:

  • Interna: O procedimento é realizado por um auditor que fica com grande frequência na empresa e, normalmente trabalha juntamente a diretoria executiva ou à presidência. O mesmo deve averiguar todos os procedimentos internos e políticas definidas da empresa, desta forma, é possível perceber se os sistemas e os controles internos estão dentro dos critérios.
Um auditor interno avalia o quesito gestão na empresa, como exemplo, os aspectos de governança, gestão de riscos e procedimentos de aderência as normas, sempre com a intenção de apontar os eventuais desvios que a empresa esteja propensa.
  • Externa ou Independente: Esse auditor trabalha de forma independente, sem nenhum vinculo empregatício com a empresa, atuando também em conjunto com o auditor interno, como teste na eficácia dos sistemas utilizados. O mesmo desempenha seu trabalho como um consultor e tem sua atenção voltada para informações dos registros contábeis, além de proporcionar uma dinâmica, pois atua em diversas áreas de gestão.
Outros tipos de Auditorias são destacados:
  • Auditoria Ambiental: Consiste na investigação das normas ou parâmetros, localizando o nível de envolvimento com o meio ambiente.
  • Auditoria na Saúde: Neste caso aplica-se em hospitais, com o objetivo de averiguar se os serviços disponibilizados estão de acordo e cumprem com as normas estabelecidas.
Todo processo de auditoria, existe para que haja maior controle dentro da empresa, que ela fique dentro das normas e leis.
 
Quais as etapas para uma boa Auditoria em Segurança do Trabalho?
Auditoria em Segurança do Trabalho é algo primordial para a empresa, o primeiro passo a ser seguido é um planejamento com a definição dos elementos chaves.

O objetivo da auditoria é a verificação da conformidade da empresa com a legislação, com sua política, com seu sistema de segurança e saúde do trabalho, dentre outros.

O escopo é a localidade onde será realizada a auditoria, ou seja, a localização geográfica como, estado, cidade, ou país. Limites organizacionais, nesta etapa é definida os limites organizacionais , isto é, se a auditoria será aplicada em toda a organização, em alguma unidade, ou em alguma área especifica.

Outro procedimento é o objetivo de auditagem, é definido o que será auditado, se o mesmo será em conjunto com outras auditorias (saúde, ambiental, qualidade do processo produtivo, entre outros). O período é determinado a partir das informações que serão levantadas e as evidências de conformidade do local que será submetido a auditoria, é estabelecido a partir de fatores como periculosidade , tipo de atividade executada na empresa, localização, data de instalação e tempo de funcionamento. Vale ressaltar que caso de auditorias periódicas, a avaliação deve ocorrer no momento da realização da auditoria precedente.

Acredita-se que a primeira auditoria, tenha a contratação por um período de dois anos, para efetivação da avaliação para entendimento do funcionamento da empresa, detectando riscos e acidentes ambientais.

Por ultimo, delimita-se o Tema Ambiental, estimando alguns itens da auditoria como, poluição do ar, da água, gestão de resíduos sólidos, uso de recursos naturais, entre outros aspectos que estejam relacionados ao tipo de atividade em questão.

Como definir uma auditoria?
A auditoria em si corresponde às políticas, práticas, procedimentos ou regulamentos, dos quais devem ser usados pelo próprio auditor. Os materiais de apoio– lista de verificação (check list), protocolos, guias de entrevistas e outros – são elaborados à luz dos documentos de referência, ou seja, dos critérios estabelecidos para a auditoria.

Os bens devem ser compatíveis com as definições de escopo e objetivo, sendo fornecidos recursos humanos, físicos e financeiros suficientes para aplicação.

A partir de todas essas delimitações é definido o auditor que deve ser imparcial e independente, no caso de auditorias ambientais há necessidade de no mínimo duas pessoas para acompanhamento, independentemente do tamanho da empresa. Cada equipe é composta por um auditor líder, responsável por assegurar um efetivo gerenciamento em todo processo.

Vale evidenciar que uma auditoria deve conter um plano de ação, desenvolvido para tomar um ponto de partida para a relação das não conformidades detectadas, sendo classificadas de acordo com sua significância, e o envia ao auditado para que este defina a prioridade que será adotada para corrigi-las, considerando os recursos envolvidos, o prazo e o responsável pela correção ou acompanhamento. Em seguida, este quadro retorna à equipe de auditores que o anexa ao relatório final. Este é o procedimento usual quando a auditoria ambiental esta inserida em um programa ou sistema de gestão ambiental empresarial.

MODELO DE PROTOCOLO DE AUDITORIA EM SST
 
  1. Política de SST
  2. Desempenho do SST
  3. Estrutura gerencial
  4. Gerenciamento de pessoal e treinamento
  5. Comunicação
  6. Investimento
  7. Conformidade legal
  8. Fornecedores
  9. Seguro
  10. Fontes diversas de consumo de energia
  11. Processos de produção – responsabilidade pela segurança do processo – verificação de normas e procedimentos, processo de treinamento, avaliações de risco etc.
  12. Transporte e distribuição
  13. Segurança no trabalho
  14. Higiene e Saúde ocupacional
  15. Gestão de resíduos sólidos
  16. Gestão de emissão gasosa
  17. Ruídos e Odores
  18. Gestão de matérias
  19. Produtos
a) Matéria Prima
b) Embalagens
c) Estocagem


 
Este modelo demonstra o desempenho da empresa em SST, verificando se a mesma esta em total acordo com as normas regulamentadoras.



Entre em Contato
V o l t a r